Próximo jogo / Classificações

Classificação Liga Nos 16/17 - 1º Benfica 29 jgs, 71 pts; 2º FC Porto 29 jgs, 68 pts; 3º Sporting 29 jgs, 63 pts
Próximo Jogo - 30ª jornada - Sporting vs Benfica, Estádio José Alvalade, dia 22/04, pelas 20h30, com direto na Sport Tv

Classificação Ledman Ligapro 16/17 - 1º Portimonense 36 jgs, 70 pts; 2º Aves 36 jgs, 68 pts; 12º Sporting B 36 jgs, 50 pts
Próximo Jogo - 37ª jornada - Penafiel vs Sporting B, Estádio Municipal 25 de Abril, dia 19/04, pelas 16h00, sem direto televisivo

segunda-feira, 17 de abril de 2017

O nosso futuro está mais que assegurado

Antes dos golos, vamos aos números, pois são bastante positivos para o Sporting CP no XXXVI Torneio Internacional de Futebol Infantil, desta feita apadrinhado por Jorge Andrade, ex-internacional português. Depois de, neste domingo, a equipa de infantis leonina sair vencedora, o Clube sagrou-se tetra campeão da prova. Os jovens leões golearam o Benfica por 4-0 na final, conquistando o 11.º título na competição, que já leva 36 edições. Este ano, os verdes e brancos foram o melhor ataque, com 34 golos marcados, e a melhor defesa, consentido nada mais, nada menos do que... zero (!) golos. De salientar, também, que os orientados de Pedro Pontes estiverem bem representados no melhor 'onze' do torneio, sendo que seis atletas ficaram entre os melhores. A vitória no derradeiro jogo começou a ser construída logo aos 8' (cada parte tinha 30 minutos), depois de David Monteiro ter aproveitado da melhor maneira uma bola de ressaca da defensiva encarnada - remate indefensável do número 2 do Sporting CP. Se os verdes e brancos criavam perigo privilegiando a construção, o Benfica aproveitava os lances de bola parada para incomodar Diego Silva. Perto do intervalo, foi Isnaba Mané quem procurou ampliar a vantagem por duas vezes - a primeira tentativa bateu com estrondo na barra da baliza de João Carvalho e a segunda passou a milímetros do poste. No entanto, seria mesmo o melhor jogador da final ( Mané ) a fazer o 2-0, na sequência de um canto cobrado do lado esquerdo. Caso para dizer... à terceira foi de vez. Apresentando uma maturidade acima da média, os 'leõezinhos' entraram na etapa complementar a saber gerir a posse de bola, muito por culpa da qualidade do meio-campo leonino. No único descuido da defesa do Sporting CP, os encarnados estiveram perto de reduzir, mas a bola bateu no boste. Depois do aviso das águias, um golo monumental de Luís Gomes - livre cobrado de forma exímia com o pé direito (54'). A 'cereja no topo da partida' seria colocada pelo inevitável Mané, ao aproveitar um passe em desmarcação de Martim Marques (59'). Ficou na retina a facilidade com que o número 17 tirou o guardião contrário do caminho. 4-0 a favor da melhor formação do XXXVI Torneio Internacional de Futebol Infantil. 

Confira os resultados do Sporting CP:

Final
Sporting CP-Benfica, 4-0

Meia-final
Sporting CP-Nacional, 6-0

Quartos-de-final
Sporting CP-Osasuna, 2-0

Fase de grupos
Sporting CP-Nacional, 5-0
Sporting CP-Vitória Valeo, 12-0
Sporting CP-Alavés, 5-0



Que grande orgulho ver a enorme qualidade futebolística, já demonstrada em tão tenra idade por este grupo de jovens. Para aqueles que ainda ousam questionar a qualidade da nossa formação, e parafraseando o nosso presidente, pois sabem bem o que vos digo " bardamerda para todos aqueles que não são do Sporting Clube de Portugal ". Em frente, Sporting. Saudações Leoninas.

domingo, 16 de abril de 2017

Liga Nos ( 29ª jor. ) / V. Setúbal 0 - Sporting 3


Gelson Martins, William Carvalho e Bas Dost, marcaram os três golos leoninos, numa partida em que a nossa equipa, conseguiu mais uma excelente prestação. Agora é preparar da melhor maneira possível o derby, e dar uma enorme alegria aos nossos sócios e adeptos. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas.

sábado, 15 de abril de 2017

Tenham vergonha na cara

O diretor de comunicação do Sporting denunciou, através da rede social Facebook, comportamento incorreto por parte de adeptos do Benfica, considerando que deveriam envergonhar o clube encarnado.

Os incidentes remontam ao derby de futsal, realizado este sábado no pavilhão da Luz. «A dada altura, decidiram imitar, bem afinados o que prova premeditação, o som de um very light, repetindo aquilo que fazem desde 1996 com total impunidade, desrespeitando a memória do Rui Mendes, o adepto do Sporting Clube de Portugal assassinado na final da Taça de Portugal, no Jamor», denuncia Nuno Saraiva.

«Onde estão agora as virgens ofendidas que rasgaram as vestes com o mau gosto dos Super Dragões? Onde está a comunicação social que se apressou a fazer alarido quando o visado era o Benfica? Onde está a Direção do clube perante tamanha indignidade e falta de decência? Onde está a justiça desportiva e o Ministério Público? E depois ofendem-se quando se denuncia a subserviência», aponta o diretor de comunicação dos leões.

Eis a publicação:

«Hoje, no pavilhão da Luz durante o dérbi de futsal, a tal claque que não existe mas que beneficia de apoio total por parte da direção do clube a que pertence, brindou-nos com mais uma exibição de desumanidade canalha e de falta de respeito pelo ser humano.

A dada altura, decidiram imitar, bem afinados o que prova premeditação, o som de um very light, repetindo aquilo que fazem desde 1996 com total impunidade, desrespeitando a memória do Rui Mendes, o adepto do Sporting Clube de Portugal assassinado na final da Taça de Portugal, no Jamor. Onde estão agora as virgens ofendidas que rasgaram as vestes com o mau gosto dos Super Dragões? Onde está a comunicação social que se apressou a fazer alarido quando o visado era o Benfica? Onde está a direção do clube perante tamanha indignidade e falta de decência? Onde está a justiça desportiva e o Ministério Público? E depois ofendem-se quando se denuncia a subserviência.

De facto, o Presidente do Sporting Clube de Portugal está coberto de razão quando denuncia as virgens ofendidas para as quais já não há paciência e a desigualdade de tratamento e de critérios perante os factos.

Aquilo a que hoje se assistiu é mais um ato inqualificável que devia envergonhar e muito a instituição em causa. Mais ainda porque se repete ano após ano. É lamentável porque não se respeita a memória de Rui Mendes nem a dor da sua família, e pelo que significa para os mais de 3,5 milhões de adeptos do Sporting CP, perante a indiferença cúmplice de uma direcção e de um presidente que até já se referiram a estes factos no passado recente como "folclore".

E é tanto mais grave porque a Justiça Portuguesa qualificou o ato como homicídio, tendo havido condenação nos termos da lei. Este caso gravíssimo não deve ser esquecido.

Qualquer pessoa decente, intelectualmente honesta, sente, ao assistir a tarjas e cânticos desta natureza que ficam sem castigo, que este é um sistema que promove a desigualdade, onde não há princípios sólidos, critérios e tratamentos idênticos. Isto é, sanciona-se em função do agente, da sua cor, e não em razão do facto, do comportamento ou da conduta.

Por nós, que temos valores, ética e princípios, nada ficará por denunciar. Porque enquanto a razão estiver do nosso lado, jamais nos calarão!»


Em frente, Nuno. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas.

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Liga Nos ( 28ª jor. ) / Sporting 4 - Boavista 0


Em Alvalade mandamos nós. Foi limpinho, limpinho, limpinho. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas,

E agora FPF

Na zona mista, Diego Ivo confirmou a agressão de Samaris e lamentou as palavras que ouviu Jonas dirigir-lhe. 

«Samaris agrediu-me. Mas estava tão nervoso que na hora nem senti o murro. Não sei se o árbitro viu», disse o brasileiro, que foi depois convidado a revelar o que Jonas lhe disse. 

«Não tenho receio de falar. O que o Jonas falou foi triste. Disse que a nossa equipa é pequena e que temos de cair ( descer de divisão ), que somos uma equipa de m....», acusou, reforçando: 

«É triste ouvir essas coisas.»


Aguarda-se com expectativa a reação da justiça desportiva, relativamente a esta matéria. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas.

domingo, 2 de abril de 2017

Liga Nos ( 27ª jor. ) / Arouca 1 - Sporting 2


Mais uma vitória leonina, desta feita frente ao Arouca. Deixo-vos aqui através do relato da Antena 1, os momentos mais vibrantes da partida, ou seja o momento dos golos. Com mais estes três pontos, o Sporting aproxima-se do duo da frente, e afasta-se do duo perseguidor. Destaque para mais uma excelente exibição de Alan Ruiz. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas.

PS O Sporting B conseguiu hoje no Aurélio Pereira, a sua sexta vitória consecutiva na prova. Frente ao Olhanense quem brilhou foi Gelson Dala, o angolano marcou quatro dos cinco golos leoninos. 

sábado, 1 de abril de 2017

Bardamerda para quem não é do Sporting

Os temas foram aparecendo, pois a conversa é como a fita de uma cassete: parece que há sempre mais alguma coisa para desenrolar. Contudo, Bruno de Carvalho sabia qual o mote do seu discurso na entrevista concedida à TVI e conduzida por José Alberto Carvalho no Jornal das 8. "Este é o maior castigo a um Presidente desde o Apito Dourado", afirmou o líder reeleito do Sporting CP quanto à decisão tomada pela Federação Portuguesa de Futebol, que o suspendeu por 113 dias.
 
"Sou punido por três infracções autónomas, mas o acórdão não analisa cada uma delas de forma individual e isso as pessoas não sabem. Trata-se de algo inaudito", começou por explicar, acrescentando logo de seguida mais pormenores relativamente ao processo disciplinar. 

"A minha defesa quis juntar vídeos à investigação, pois estavam a tratar declarações públicas. No entanto, nunca aceitaram, sendo que se basearam em notícias de jornal", continuou. Afinal, que palavras foram essas que motivaram o órgão federativo a ter mão tão severa? Bruno de Carvalho respondeu. 

"'O senhor Vítor Pereira [ex-presidente do Conselho de Arbitragem] já ultrapassou os limites do bom senso; O senhor Vítor Pereira permite que as notas dos árbitros que arbitram o Sporting CP - e neste caso estou apenas a referir-me às avaliações negativas, pois eram as únicas que apareciam - saiam na imprensa quando têm carácter confidencial; Esta pressão sob os árbitros já mete nojo'. Retirem daqui onde é que estou a atacar a classe em questão. Muito pelo contrário. Estou a atacar alguém que, daqui a uns tempos, verá o que lhe pode acontecer...", deixou no ar.

Quando a postura do Presidente leonino passou a ser tema, o dirigente foi peremptório ao dizer que "estão-me sempre a bater à porta de casa quando não convidei ninguém para entrar", mostrando a primeira página do Jornal Record onde se podia ler: "Benfica castiga Bruno de Carvalho". "O Benfica não castigou ninguém. Que eu saiba, o castigo veio da FPF", palavras de João Alberto Carvalho. E o diálogo prosseguiu, dessa vez em direcção àquilo que o representante dos leões nunca irá deixar de fazer - representar o Clube enquanto lhe concederem esse direito - e aos objectivos do próximo mandato. 

"Era o que faltava não poder representar o Sporting CP. Ainda há-de aparecer a pessoa capaz de me tirar o direito que os Sócios me deram", destacou, virando-se de seguida para o 'que falta jogar' (mais quatro anos de presidência).

"Disseram-me que não durava três meses. Aqui estou. Estamos concentrados e a crescer para que possamos ser campeões em tudo. É arriscado, mas de coração. Em relação à Liga, nada mais tenho a acrescentar a não ser que se deveria focar-se na gestão de negócios. A Federação, olhar para as seleções e para o futebol amador. Justiça, arbitragem, etc., deveriam ser independentes, estilo modelo inglês. Eu vou trabalhar, em conjunto com Jorge Jesus, para que o Sporting CP seja campeão mais do que uma vez no meu próximo mandado", finalizou.


Em frente, Bruno. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas.